• Ínicio
  • Sahle-Work Zewde é a primeira mulher presidente da Etiópia

Sahle-Work Zewde é a primeira mulher presidente da Etiópia


Sahle-Work Zewde é a primeira mulher presidente da Etiópia

É de transformação profunda que estamos falando. Sahle-Work Zewde, de 68 anos, é diplomata experiente que ocupou altos cargos na ONU e trabalhou em operações de manutenção da paz na África. Essa mulher transformadora foi eleita recentemente pelo Parlamento da Etiópia para ser presidente do país. Será a primeira mulher no cargo. A nomeação de Sahle-Work é mais um passo no reconhecimento das mulheres etíopes. Após uma reforma ministerial geral, metade dos cargos do gabinete do primeiro-ministro Abiy Ahmed agora é ocupada por mulheres.

Precisamos nos tornar uma sociedade que rejeita a opressão às mulheres”, declarou a recém-eleita presidente da Etiópia.

Resultado de imagem para Etiópia escolhe primeira mulher presidenteAntes de ser nomeada, Zewde foi representante especial do secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, para a União Africana (UA). Além disso, ocupou o cargo de diretora-geral da ONU em Nairóbi, capital do Quênia. A presidente da Assembleia-Geral das Nações Unidas, Maria Fernanda Espinosa, afirmou estar orgulhosa do fato de que uma ex-funcionária da ONU ter se tornado a primeira mulher presidente do país.

As mulheres fazem a diferença”, escreveu Espinosa no Twitter.

O ex-presidente Teshome tinha mandato até 2019 porém renunciou sem dar muitas explicações. A mídia local aponta que sua saída foi uma alternativa para equilibrar a composição das etnias entre os altos cargos do governo. Teshome é da etnia Oromo, assim como Ahmed e o ministro das Relações Exteriores Workneh Gebeyehu, enquanto a recém-eleita presidente é da etnia Amhara.

Com informações de Estadão Conteúdo e Terra

Compartilhe nas redes sociais