• Ínicio
  • São seus direitos: CNMP lança campanha em celebração aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

São seus direitos: CNMP lança campanha em celebração aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos


São seus direitos: CNMP lança campanha em celebração aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

A campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher acaba nesta segunda-feira (10), quando se comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos. Para celebrar a data, o Conselho Nacional do Ministério Público lançou um videoclipe em celebração aos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. A campanha, uma iniciativa da Presidência do CNMP com apoio da União Europeia, apresenta uma música cantada pela rapper Karol Conka, com participação especial da cantora Daniela Mercury.

O clipe pretende difundir os direitos humanos previstos na Declaração e torná-los amplamente conhecidos pela sociedade. A letra da música dá vida ao documento e traz os 30 artigos em versão musicada.

O videoclipe apresenta, ainda, situações retratadas por diversos personagens que revelam violações de direitos e problemas mundiais, e traduzem os direitos humanos a serem afirmados pela sociedade. O refrão da música enfatiza que os direitos são devidos a todas e todos que assistem ao clipe: “São seus direitos, são seus direitos!”, destaca a letra.

São seus direitos! A Declaração Universal dos Direitos Humanos afirma direitos fundamentais e, com 70 anos, é mais do que atual. Pouca gente sabe, mas todas e todos devem saber a letra, pois só quem sabe, exerce seus direitos. Essa campanha vem para fortalecer o princípio de que todos os seres humanos têm a mesma dignidade e fruem os mesmos direitos”, afirma a presidente do CNMP e procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Além da rapper Karol Conka e da cantora Daniela Mercury e sua esposa, Malu Mercury, a presidente da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), Keila Simpson, participou do videoclipe. Nenhuma delas cobrou cachê. A maioria dos atores e das atrizes presentes no clipe também foram voluntários. Além do videoclipe e da música, a campanha conta com outras peças de comunicação para mídia impressa e digital. O material completo pode ser acessado na página www.cnmp.mp.br/amusica.

Veja o clipe:

Com informações de CNPM.

Compartilhe nas redes sociais