• Ínicio
  • Maju Coutinho é primeira mulher negra a assumir oficialmente a bancada do Jornal Nacional

Maju Coutinho é primeira mulher negra a assumir oficialmente a bancada do Jornal Nacional


Maju Coutinho é primeira mulher negra a assumir oficialmente a bancada do Jornal Nacional

Conhecida do público por apresentar a previsão do tempo nos telejornais da Globo, a jornalista Maria Júlia Coutinho, a Maju, será a primeira mulher negra, em quase 50 anos de história do Jornal Nacional, a assumir a bancada do principal telejornal da TV Globo. Jornalistas negras como Glória Maria e Zileide Silva já assumiram as bancadas do Fantástico e do Jornal Hoje, respectivamente, mas nenhuma chegou a assumir a mesa do Jornal Nacional. A informação já foi confirmada pela TV Globo e revelada por William Bonner na quarta-feira (13).

A Zileide Silva apresenta o Jornal Hoje; o Heraldo [Pereira] já fez o JN. Temos a Dulcineia Novaes em Curitiba. Daqui para a frente, acredito que será algo tão comum que não precisarão falar da ‘primeira negra’ em um telejornal. Ficará no passado. Sou muito otimista. Tenho fé de que isso vai mudar. Sei que é representativo, só espero que isso não seja repisado. Sonho com o dia que não vou ser a primeira apresentadora negra do JN, mas só: ‘Maju Coutinho apresentando o JN’. Minha carreira conta! São anos até chegar aqui”, afirmou.

A apresentadora entra para o time de jornalistas da emissora que se revezam na bancada da atração aos sábados e feriados, quando os titulares William Bonner e Renata Vasconcellos estão de folga. Recentemente, Chico Pinheiro deixou o rodízio de plantonistas do JN. Com a sua ida para o noticiário noturno, Maju vai sair da escala de fim de semana do Jornal Hoje. Segundo a Globo, ela não terá substituto no jornal vespertino. De segunda a sexta-feira, a jornalista continuará na apresentação da previsão do tempo na segunda edição do SPTV e no Jornal Nacional. Atualmente, Maju também apresenta o Papo de Almoço na Rádio Globo.

Nas redes sociais, artistas e colegas de profissão comemoraram a novidade. Editor-chefe e apresentador do JN, William Bonner publicou uma foto ao lado de Maju e desejou boas-vindas.

Enfim, uma notícia para alegrar todo mundo. História de talento, de dedicação, de conquista. História. A equipe e a bancada do JN dão as boas-vindas”, escreveu.

A atriz Leticia Colin também postou uma foto da jornalista em seu instagram e escreveu: “Parabéns, Maju, musa maravilhosa! Uma notícia que nos enche de alegria e esperança.”

Quem irá dividir a bancada com Maju no sábado de estreia (16) é o jornalista Rodrigo Bocardi. Heraldo Pereira, o primeiro homem negro a apresentar o “JN” também está no rodízio. Maju fez uma análise sobre ser a primeira mulher negra no comando da atração.

Primeiro, li a notícia publicada de forma objetiva. Depois, começaram a replicar acrescentando o fator raça. Claro que isso é simbólico e muito importante, mas quero destacar que minha trajetória foi o que me permitiu chegar a esse lugar, a chefia deixou isso claro. Já tinham me sinalizado que eu chegaria a esse lugar em algum momento, mas eu não esperava que seria este mês. Talvez no próximo semestre ou no ano que vem”, afirmou a jornalista.

Ela começou na TV em 2005, no Jornal da Cultura, e começou a atuar como repórter na Globo em 2007. A jornalista estreou como âncora na TV Globo no “Jornal Hoje” em junho de 2017, quando fez parte do rodízio de apresentadores. Ela assumiu, em 2013, a previsão do tempo dos telejornais da emissora. Em 2015, Maju foi vítima de racismo nas redes sociais e a campanha #SomosTodosMaju foi resposta de famosos e anônimos em defesa da jornalista.

Com informações da Rede Globo

Compartilhe nas redes sociais