• Ínicio
  • #NãoéNão: PCDF irá distribuir apitos para coibir assédio no carnaval

#NãoéNão: PCDF irá distribuir apitos para coibir assédio no carnaval


#NãoéNão: PCDF irá distribuir apitos para coibir assédio no carnaval

O carnaval de 2019 será o primeiro com a vigência da Lei da Importunação Sexual (13.718/2018), em vigor desde setembro do ano passado, que tipificou o crime de assédio, estipulando pena de 1 a 5 anos de prisão para o agressor. Para conscientizar a população, as forças de segurança do Distrito Federal se mobilizaram em campanha contra a importunação sexual no carnaval. Intitulada “Carnaval com Respeito #AssedioNão”, a iniciativa prioriza a proteção à mulher.

A ação visa orientar os foliões sobre ações abusivas. Um beijo roubado, um abraço contra a vontade ou até uma abordagem desrespeitosa podem e devem ser denunciadas. Durante os blocos de carnaval, serão distribuídos panfletos informativos e apitos para as mulheres usarem quando homens com atos abusivos se aproximarem. A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) traz o lema “Não mexa comigo, senão eu apito” e o material de divulgação ajuda a esclarecer os tipos de importunação sexual.

No sábado de carnaval, a PCDF vai distribuir cinco mil apitos em pontos estratégicos, além dos folhetos educativos. Agentes de segurança também estarão circulando em meio aos foliões e a Delegacia da Mulher funcionará 24 horas, com reforço no efetivo.

A Polícia Civil está chamando a atenção para a criminalização da importunação ao pudor. A mulher está ali no carnaval para se divertir e deve ser respeitada em seu espaço”, diz a delegada chefe da Deam, Sandra Gomes.

Informações Correio Braziliense

Compartilhe nas redes sociais